Google+ Followers

quinta-feira, 16 de março de 2017

Escamas

Escamas
Pele frígida, ressecada
Meus olhos como a pele
Meu peito sempre em chamas.

Robusteza
Augúrio inevitável -soía
Ser um forte empedrado
Hoje afundo em vileza...

Fractal
Esse tempo dos tempos
No corpo de pele nua
Débil tornou-se meu normal...

Contrito
Sonho com o recomeço
Desfazer meus erros
Num Universo mais bonito.

Por quê fechei
O tempo com minhas mãos
Num ato falho de vingança
Prendi-me em mim
Em cela onde não bate o sol.


Nenhum comentário:

Postar um comentário