Google+ Followers

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Carnaval

Batuque: columbinas, concubinas e Pierrôs
É folia nesta terra de meu Deus!
Foliões fardados organizam a algazarra
Vão no abre-alas os ditadores da alegria!

A bandinha do Seu Marcial começou
Cassetetes batucam na minha caixa torácica
Sempre é carnaval fora de época.

Na primeira batida,
Mulheres para o lado, homens ao chão
Parado!, alguém gritou, ladrão!
Minha fantasia é perfeita, que disfarce!
Todos se confundem, me prendem, me batem!
Minhas colegas riem em profusão
Foram chamada de puta! Quanta animação!

Vai passando o trio elétrico, todos a bordo!
Luzes vermelhas e azuis a iluminar a rua
Os pândegos dormindo ao som do concerto
Como podem? Esses jovens não tem jeito!
Brincam no instrumento os tocadores de rabecão
Levantando até defunto! Que emoção!
Todos felizes, chorando de ri
Como é belo o carnaval onde eu nasci!





Nenhum comentário:

Postar um comentário